| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal Portal da Comunidade Árabe
Desde: 18/06/2014      Publicadas: 133      Atualização: 05/09/2017

Capa |  Arabia Saudita  |  Brasil e Mundo Árabe  |  Culinária  |  Cultura e Musica  |  Líbano  |  Marrocos  |  Oriente Médio e Golfo  |  Portal Árabe - Saúde


 Líbano

  07/12/2016
  0 comentário(s)


Libanesas protestam contra a lei de casamento com estuprador

Manifestantes libanesas , com vestidos de noivas manchados de sangue falso, reuniram-se no exterior dos edifícios do governo na capital Beirute para protestar contra uma lei que permite o esquecimento do crime de estupro ao criminoso caso ele case com a mulher estuprada.

Libanesas protestam contra a lei de casamento com estuprador
Manifestantes libanesas , com vestidos de noivas manchados de sangue falso, reuniram-se no exterior dos edifícios do governo na capital Beirute para protestar contra uma lei que permite o esquecimento do crime de estupro ao criminoso caso ele case com a mulher estuprada.
A lei, em vigor desde o final de 1940 no Líbano, está a ser discutida no parlamento após um chamado que revive o assunto e exige a revogação de tal lei.
As mulheres levantaram bandeiras e gritaram palavras de ordem contra uma lei que ajuda o estuprador.
"Eles precisam sentir o que sentimos, se isso não ocorrer nada vai mudar. Eu fui assediada sexualmente por um enfermeiro há vários anos enquanto estava deitada numa cama de Hospital recuperando-me de uma lesão fatal. Agora imagine como falaria isso aos meus filhos? Filhos estou casada com meu estuprador!!!" Hayam Baker
Depois de anos de campanha no Líbano contra artigos que tratam de violência contra as mulheres, ativistas disseram que estão otimistas na questão de mudança no cenário atual.
O Portal da Comunidade Árabe recolheu informações sobre a lei e informa que o conteúdo diz que são puníveis com até sete anos os estupradores, se a sobrevivente for deficiente física ou mental , a pena é aumentada. O artigo 522, acrescenta sobre o caso que está gerando desconforto nas mulheres do Líbano, se o estuprador casar com a sobrevivente, o processo criminal está suspenso.
" Nós estamos rejeitando tal violação contra as mulheres, independentemente de sua idade ou origem." Ghida Anani " representante da ABAAD
Alguns defensores da lei argumentam que o casamento vai salvar a honra da mulher e sua família. Durante as discussões parlamentares, alguns legisladores estão dando a opção de alterar a lei e deixar a opção casamento como uma escolha para as famílias, disse Anani.
" Isso é como dizer a vítima que ela é vítima duas vezes, pois ela deverá compartilhas sua vida com uma pessoa que violou seu corpo , e ela será violada todos os dias" Ghida Anani
  Web site: www.facebook.com/portalcomunidadearabe  Autor:   PORTAL DA COMUNIDADE ÁRABE


  Mais notícias da seção Notícia e Cultura no caderno Líbano
14/07/2014 - Notícia e Cultura - Ministro Gebran Bassil pede maior unidade entre Cristãos e Muçulmanos
Bassil também se reuniu com o prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que é descendente de libaneses, com quem discutiu a possibilidade de projetos conjuntos entre São Paulo e Líbano....
21/06/2014 - Notícia e Cultura - Partido Kataeb critica memorando de Abra para respeitar o Ramadã
O Partido Kataeb sexta-feira criticou o municipio de  Abra pedindo aos cidadãos para que se abstenham de jantar em público durante o Ramadã, instando as autoridades a pedir desculpas por seu "erro"....
21/06/2014 - Notícia e Cultura - Novos ataques terroristas no Líbano
O Terror atingiu o Líbano novamente nesta sexta-feira quando um homem-bomba se explodiu no posto policial da rodovia Beirute-Damasco, matando um policial e ferindo 33 pessoas...
19/06/2014 - Notícia e Cultura - O partido Hezbollah impediu o avanço do ISIL em Beirute
O líder do partido libanês Nasrallah foi citado pelo jornal Al " Safir por reunir um grupo de apoiadores do partido para lutar contra terroristas do Estado Islâmico ISIL , que segundo o líder poderiam estar hoje em Beirute...
19/06/2014 - Notícia e Cultura - Líbano : Abra solicita que cidadãos respeitem o Ramadã
No Líbano o Município de Abra , na cidade de Sidon divulgou um memorando , pedindo aos cidadãos que respeitem a pratica religiosa muçulmana do Ramadã e não façam atos como comer em público ....



Capa |  Arabia Saudita  |  Brasil e Mundo Árabe  |  Culinária  |  Cultura e Musica  |  Líbano  |  Marrocos  |  Oriente Médio e Golfo  |  Portal Árabe - Saúde
Busca em

  
133 Notícias